Fórum Habbosal

Habbo, Games, Tecnologias, etc.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

#1
 Skylake


Moderador Global
Moderador Global
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Astrónomos do LSA College da Universidade de Michigan descobriram que o gás quente no halo da Via Láctea
 está a girar na mesma direção e a uma velocidade aproximada à do disco da galáxia, que contém as estrelas, planetas, gás e poeira. Esta nova descoberta ajuda a compreender de que forma os átomos se agruparam para formar estrelas, planetas e galáxias como a nossa, e o que reserva o futuro para estas galáxias. 

Edmund Hodges-Kluck, cientista assistente da investigação, disse: "Assumia-se que o disco da Via Láctea girava enquanto este enorme reservatório de gás quente permanecia estacionário - mas não é isso que acontece. O reservatório de gás quente está também a girar, embora não tão depressa como o disco." 

A nova investigação, financiada pela NASA, utilizou dados de arquivo obtidos pelo Telescópio XMM-Newton, da Agência Espacial Europeia, e foi recentemente publicada no Astrophysical Journal. O estudo centra-se no halo quente e gasoso da nossa galáxia, que é várias vezes mais vasto que o seu disco e composto por plasma. 

Tendo em conta que o movimento produz uma alteração no comprimento de onda da luz, os investigadores da Universidade de Michigan mediram estes desvios no céu usando linhas de oxigênio muito quente. Descobriram algo surpreendente: os desvios medidos mostram que o halo da Via Láctea gira na mesma direção que o seu disco e a uma velocidade muito semelhante: 643.738 km/h para o halo e 869.046 km/h para o disco. 

"A rotação do halo quente é um indício incrível de como a Via Láctea se formou," disse Hodges Kluck. "Diz-nos que esta atmosfera quente é a fonte original de uma grande parte da matéria no disco." 

Os cientistas há muito que tentam perceber porque razão quase todas as galáxias, incluindo a nossa, parecem ter matéria em falta, matéria que de outra forma eles esperariam encontrar. Os astrônomos acreditam que cerca de 80% da matéria no Universo é "matéria escura" que, até agora, só pode ser detetada através da força gravitacional que exerce. Mas mesmo a maior parte dos restantes 20% de matéria, dita "normal", está em falta nos discos das galáxias. Recentemente, foi descoberta no halo alguma da matéria em falta. Os investigadores da Universidade de Michigan dizem que conhecer a direção e a velocidade do halo giratório pode ajudar a perceber, em primeiro lugar, como a matéria lá chegou, e também a taxa a que a matéria se instala na galáxia. 

"Agora que sabemos mais sobre a rotação, os teóricos irão usar este conhecimento para compreenderem a formação da Via Láctea - e qual será o seu destino," disse Joel Bregman, professor da astronomia do LSA College da Universidade de Michigan. 

"Podemos servir-nos desta descoberta para sabermos muito mais - a rotação deste halo quente será um grande tópico para os futuros espectrógrafos de raios-X," concluiu Bregman. 


Fonte
Portal do Astrônomo









Ver perfil do usuário http://habbosal.forumeiros.com

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum