Fórum Habbosal

Habbo, Games, Tecnologias, etc.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

#1
 Fulan


Administrador
Administrador
O deputado federal José Eduardo Cardozo (PT-SP), um dos integrantes da equipe de transição de governo, disse na tarde desta quarta-feira (1) que a presidente eleita Dilma Rousseff ainda não escolheu o ministro da Saúde. Nesta quarta, Dilma coordena uma reunião no Centro Cultural Banco do Brasil, sede do governo de transição, sobre a situação da saúde no Brasil. Também participam cerca de 30 pessoas, entre técnicos na área e autoridades. "A presidente eleita informou na reunião que não escolheu ainda aquele que será o encarregado da pasta da saúde (...). Ela foi muito clara quando disse que não escolheu o ministro", declarou Cardozo.
Nesta terça (30), o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), disse que o secretário da Saúde do estado, Sérgio Côrtes, foi convidado e aceitou assumir a pasta. Cabral chegou até a informar o nome do substituto de Côrtes na secretaria. Cardozo, no entanto, afirmou que "nenhuma pessoa está confirmada ou descartada". O deputado afirmou ainda que Dilma vai indicar alguém que esteja "à altura" do atual ministro da Saúde, José Gomes Temporão. "Ela vai escolher alguém que tenha extrema capacitação para o desempenho da função, inclusive honrando antecessores que estavam ali presentes como o caso do ex-ministro Adib Jatene e do atual ministro, [José Gomes] Temporão", disse. Cardozo disse que a ação mais urgente de Dilma na área da saúde será melhorar a gestão de recursos do setor. Ele afirmou que, posteriormente, a presidente eleita pretende estudar formas alternativas de financiamento da saúde, o que necessariamente não significa, segundo ele, aumento de tributos ou recriação da CPMF. "A presidente eleita fez duas observações importantes. A primeira é que há uma situação de subfinanciamento da saúde. Mas que também há de subgestão da saúde. E que, portanto, no primeiro período de seu governo ela acha imprescindível dedicar-se à questão da gestão da saúde, sem prejuízo de, no futuro, discutir fontes de financiamento, que não precisam passar, necessariamente, pela elevação de tributos, nem criação de tributos", afirmou. Cardozo também criticou a postura de integrantes da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento do PT de distribuir nesta quarta nota na qual defendem a importância de instalar um "quadro político do PT" no comando do Ministério do Meio Ambiente. Durante cerimônia na qual o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou decreto instituindo o Macrozoneamento Econômico-Ecológico da Amazônia Legal (MacroZEE), os petistas protestaram, sem citar nomes, contra a notícia de que a atual ministra do meio-ambiente, Izabella Teixeira, permanecerá no cargo no futuro governo.
Fonte



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Facebook: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Twitter: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ver perfil do usuário http://www.habbosal.forumeiros.com

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum